advertising

Day trade não dá dinheiro? Esse brasileiro veio da periferia de BH e hoje vive uma vida de luxo graças ao método que desenvolveu; veja

Não é novidade alguma que muitos brasileiros ‘viram a cara’ para o day trade por conta dos estereótipos relacionados a essa modalidade de investimento.

advertising

Afinal, o que não falta na internet são ‘gurus’ prometendo ganhos altos em um curto período sem oferecer qualquer preparo para seu público. 

Para João Homem, fundador da maior comunidade de traders do Brasil, esses ‘especialistas’ geralmente não possuem experiência operando e, mesmo assim, insistem em manchar a imagem de uma atividade que pode ser bastante lucrativa (se levada a sério):

“O pessoal entra achando que é caixa eletrônico, mas não poderia ser mais diferente”, diz. 

Segundo ele, é justamente esse o motivo por trás de sua parceria com a maior casa de análise independente do Brasil.

Junto com a Empiricus Research, o executivo quer ensinar tudo o que aprendeu sobre investimentos ao longo dos anos e finalmente quebrar com essa falsa ideia de ‘grana fácil’.

“Eu vivo do mercado financeiro há mais de oito anos e tenho tanto liberdade quanto dinheiro. Mas não é do jeito que muito picareta costuma mostrar por aí”, afirma.

Da periferia de Minas Gerais à Faria Lima: conheça a história de João Homem

Hoje, João Homem ostenta diversos carros de luxo em seu Instagram. Contudo, nem sempre sua situação financeira foi tão boa. Ele conta que nasceu em uma zona pobre de Belo Horizonte e, para se manter, teve que vender biscoito próximo a escolas desde jovem.

A ‘virada de chave’ só aconteceu após ser demitido de seu emprego em uma concessionária em janeiro de 2016. Na época, o mineiro usou todo o seu seguro-desemprego para ‘entrar de cabeça’ no day trade.

“Eu tinha contas curtinhas para pagar, então pensei ‘agora é a hora de tentar viver desse negócio’ aqui”. 

Ele fez vários cursos, se decepcionou com a maioria e quebrou muito a cara. Mas persistiu e, por meio da tentativa e erro, desenvolveu estratégias para operar com mais segurança

Foi nesse momento que ele começou a gravar vídeos para compartilhar com outras pessoas o que aprendeu. 

“A galera aceitou bem porque só quem falava de day trade na internet era cara engravatado, com gel no cabelo e manga arregaçada até o antebraço. 

Aí, de repente, chega um cara de boné aba reta e camiseta, falando como ganhou e perdeu dinheiro. Com as mesmas dores e aspirações. Gerou identificação”.

“Tinha muita gente se ferrando no day trade por cair em lorota dos outros. Aí eu comecei a tomar ódio daquilo e a rebater tudo de errado que via” (Imagem: Arquivo pessoal)

Conheça o método que gerou um patrimônio milionário com apenas R$ 10 mil

João Homem tornou-se líder da Special Squad Traders, comunidade com mais de 300 mil investidores, e agora quer alcançar ainda mais brasileiros com a ajuda da Empiricus Research.

Cientes de que investimentos envolvem riscos, eles prepararam uma formação com tudo o que é preciso saber para se dar bem no day trade (desde as técnicas mais avançadas até a mentalidade necessária para controlar a emoção).

A apresentação dela ocorrerá em um evento gratuito na segunda-feira (25).

De um lado, João Homem em frente à Kombi em que costumava vender biscoitos. Do outro, operando em um de seus escritórios (Imagens: Arquivo pessoal)

As inscrições já estão abertas e, para participar, basta clicar no link botão abaixo.

O post Day trade não dá dinheiro? Esse brasileiro veio da periferia de BH e hoje vive uma vida de luxo graças ao método que desenvolveu; veja apareceu primeiro em Empiricus.