advertising

Desmistificando Airdrops: como receber criptomoedas de graça?

airdrop criptomoedas
Imagem: Unsplash

Saudações! Marcello Cestari novamente presente aqui e escrevendo para vocês. Para aqueles que não me conhecem, sou o trader e analista responsável por todos os fundos de criptoativos na Empiricus Gestão. Além do trabalho na gestora, regularmente produzo conteúdo e análises aprofundadas sobre o mercado de criptoativos em meu Instagram @cestari.crypto e escreverei mais vezes aqui nos insights, qualquer comentário, feedback ou dúvida podem me procurar no Instagram sem problema algum.

advertising

A expressão “airdrops” pode soar como algo saído de um conto de fadas para os entusiastas da criptografia, mas representa uma prática cada vez mais comum no universo das criptomoedas.

Mas o que exatamente são airdrops e por que eles têm ganhado tanta popularidade?

Em essência, airdrops são distribuições gratuitas de tokens digitais para membros de uma comunidade.

Esses tokens podem ser de novos projetos criptográficos ou mesmo de protocolos já estabelecidos, e são entregues como recompensa pela participação ativa na comunidade ou em eventos específicos.

Como funciona?

Os airdrops funcionam como uma estratégia de marketing eficaz para atrair e reter usuários em projetos criptográficos. Eles não apenas introduzem novos usuários a um projeto, mas também os incentivam a se envolverem e permanecerem ativos na comunidade.

Ao oferecer tokens gratuitos, os projetos podem criar um sentimento de pertencimento e incentivar o investimento a longo prazo através de mecanismos como o staking, em que os detentores de tokens são recompensados por manterem seus tokens travados na plataforma por determinados períodos específicos.

Por exemplo, vamos supor que estou lançando um novo projeto de criptomoedas, uma plataforma de empréstimos, com previsão de lançamento apenas em dezembro de 2024. Planejo distribuir tokens do meu projeto para todas as pessoas que interagirem com a plataforma durante esse período até o lançamento.

Essa interação inclui operações como enviar dinheiro, convidar outras pessoas para usar a plataforma, travar fundos na plataforma (por meio de staking ou fornecer liquidez), entre outras atividades disponíveis.

Cada projeto define seus critérios de elegibilidade com base no volume transacionado ou travado na plataforma, assim como na duração da interação e outros fatores específicos de cada plataforma.

  • VEJA TAMBÉM: Saiba como receber no seu whatsapp recomendações gratuitas das melhores criptomoedas, para investir agora, segundo a Empiricus; inscreva-se de graça aqui

Como identificar a qualidade de um airdrop

A avaliação da qualidade de um airdrop pode ser complicada, mas existem algumas métricas que podem ajudar os investidores a tomar uma decisão informada. Isso inclui analisar a equipe por trás do projeto, a viabilidade do projeto e o potencial de crescimento a longo prazo. Além disso, é importante considerar a reputação do projeto na comunidade criptográfica e investigar se ele tem um histórico de entrega de promessas.

Antes de se comprometer com um airdrop, é crucial realizar uma análise abrangente do projeto em sua totalidade.

Embora seja possível especular e não acreditar no potencial do token a longo prazo, é importante estar ciente do risco envolvido ao se expor ao protocolo para receber o airdrop e, em seguida, buscar lucros no mercado.

Enquanto essa estratégia pode parecer simples para projetos nos quais você não vê potencial, é fundamental lembrar que há considerações de liquidez a serem feitas, além da possibilidade do preço do próprio token despencar no dia do lançamento ou pouco depois.

Isso pode ocorrer caso o mercado perceba que não há valor substancial no projeto ou no token, transformando o airdrop em mera especulação sem base sólida.

O diferencial dos airdrops está na sua capacidade de promover o crescimento orgânico e o envolvimento da comunidade em projetos criptográficos.

Ao oferecer tokens gratuitos como recompensa pela participação ativa na comunidade, os airdrops incentivam os usuários a se envolverem e contribuírem para o sucesso do projeto.

Isso tende a criar (mas não significa que vai) um ciclo positivo de crescimento e desenvolvimento que beneficia tanto os projetos quanto os participantes da comunidade.

Na minha opinião os airdrops representam uma oportunidade emocionante para os entusiastas do universo cripto de obterem tokens gratuitos e se envolverem em projetos promissores, contribuir para o crescimento da comunidade além da possibilidade de retornos de investimento exponenciais.

No entanto, também apresentam desafios, como o risco de segurança associado à divulgação de informações pessoais (não são todos os casos que você divulga, mas existem casos sim) e a possibilidade de participar de projetos fraudulentos ou de baixa qualidade.

Portanto, embora os airdrops possam parecer uma oportunidade tentadora para obter tokens gratuitos, é importante avaliar cuidadosamente cada oportunidade e pesar os prós e os contras antes de decidir participar de um airdrop e obviamente é crucial pesquisar e entender completamente os projetos antes de participar de seus airdrops.

Variações semanais (25/03/24 a 01/04/24) 

🪙 Bitcoin (BTC)

Preço: US$ 69.671| Var. -1,43%

🪙 Ethereum (ETH)

Preço: US$ 3.486 | Var. -3,86%

🌐 Dominância Bitcoin: 54,04% (Var. +0,43%)

* dados referentes ao fechamento em 01/04/24

Tópicos da semana 

Sam Bankman-Fried foi condenado a 25 anos de prisão por orquestrar fraude na FTX: Sam Bankman-Fried, co-fundador da FTX, foi condenado a 25 anos de prisão por sete acusações de fraude e conspiração relacionadas ao colapso da bolsa FTX. O juiz considerou suas ações prejudiciais e destacou sua falta de remorso, impondo uma multa de $11 bilhões e exigindo a venda de ativos, incluindo um jato particular. Bankman-Fried planeja apelar da decisão de condenação e multa, enquanto sua defesa enfatiza seu autismo e falta de intenção maliciosa. Ele expressou mais preocupação com os clientes do que com seu próprio destino. O juiz recomendou uma sentença menor, considerando o histórico não violento de Bankman-Fried e sua vulnerabilidade em uma prisão de segurança máxima, mas ele ainda terá que cumprir no mínimo 85% de sua sentença, sujeito a comportamento adequado. O caso envolveu debates intensos sobre a gravidade da fraude e a intenção de Bankman-Fried entre a acusação e a defesa.

US$1 bilhão em notas do Tesouro dos EUA são tokenizadas em blockchains públicas: O valor total de títulos do Tesouro dos EUA tokenizados em blockchains públicas ultrapassou US$ 1,08 bilhão, refletindo um aumento de quase 10 vezes desde janeiro de 2023, impulsionado pelas taxas de juros elevadas globalmente. Esse crescimento evidencia a expansão do mercado de dívida do Tesouro dos EUA tokenizada, com o valor de mercado dos títulos tokenizados em blockchains públicas como Ethereum, Polygon, Avalanche, Stellar e outros ultrapassando US$ 1 bilhão pela primeira vez. Esses títulos representam digitalmente os títulos do governo dos EUA, permitindo sua negociação como tokens na blockchain. Investir nesses títulos pode auxiliar os investidores de criptomoedas na diversificação de suas carteiras, proporcionando flexibilidade para liquidar transações a qualquer momento, especialmente considerando o rápido aumento nos rendimentos do Tesouro nos últimos dois anos, o que tem impulsionado a demanda por suas versões tokenização.

Novo fundo tokenizado da BlackRock atrai $160 milhões em depósitos em uma semana: O primeiro fundo de investimento tokenizado da BlackRock, o BlackRock USD Institutional Digital Liquidity Fund (BUIDL), atraiu $160 milhões em entradas dentro da primeira semana de seu lançamento, impulsionado por contribuições da plataforma de ativos do mundo real tokenizados (RWA), Ondo Finance. O fundo, que investe em títulos do Tesouro dos EUA, acordos de recompra e dinheiro, fornece dividendos a investidores qualificados na forma de tokens que representam o rendimento em dólares americanos. O BUIDL utiliza a blockchain da Ethereum para emitir tokens, os quais são projetados para manter um valor estável de $1 por token e pagar dividendos representando o rendimento do dólar americano para investidores qualificados, com auxílio da Securitize, de Miami.

Gráfico da semana  

Holdings onchain dos ETFs de BTC

Fonte: Dune

Em 18 de março, foi marcado o topo intermediário para os holdings de BTC em ETFs, com cerca de aproximadamente 837.000 BTC sob gestão em comparação com os aproximadamente 831.500 mantidos em ETFs hoje.

BlackRock e Fidelity se destacam como os veículos de investimento em BTC de crescimento mais rápido, e obviamente a Grayscale tem experimentado uma queda acentuada com sua taxa de gestão de 1,50%, em comparação com as taxas de 10 a 30 bps para os outros provedores.

Holdings onchain de GBTC da Grayscale

 

Fonte: Dune

A boa notícia é que os holdings da Grayscale caíram para aproximadamente 335.000 BTC de um pico de 654.000 no início de abril de 2021, então estamos quase na metade de qualquer potencial de saída. 

Para as más notícias, 335.000 BTC valem $23.5 bilhões graças à valorização do BTC, então se considerarmos a quantidade de fluxos denominados em dólares que precisamos para compensar mais saídas da Grayscale, estamos na mesma situação em que começamos.

No geral, os ETFs spot de BTC estão otimistas. Esperamos fluxos passivos para os ETFs de BTC a longo prazo, e acreditamos que os fluxos de curto prazo são mais ruído do que sinal.

Forte abraço,

Marcello Cestari

O post Desmistificando Airdrops: como receber criptomoedas de graça? apareceu primeiro em Empiricus.