Lagoinha do Leste, em Floripa | ©Shutterstock/Lisandro Luis Trarbach

Florianópolis

5 motivos para escolher essa viagem

  • O variadíssimo litoral da ilha, que encanta os visitantes com praias-família, baladas pé na areia e orlas selvagens.
  • A Lagoa da Conceição, centro geográfico de Floripa, com a bela lagoa e suas dunas e o agito dos seus arredores, repletos de bares, restaurantes, lojas e pousadas.
  • A herança açoriana, que pode ser conferida principalmente em lugares como Santo Antônio de Lisboa e Ribeirão da Ilha, cheios de construções históricas preservadas.
  • A Ilha do Campeche, com prainhas de águas cristalinas e natureza intocada que formam uma das mais belas paisagens da cidade.
  • Os peixes e frutos do mar, servidos muito frescos nos retaurantes e bares de Floripa.
Kitesurfe | ©Banco de imagens da Embratur

Check-list antes de fazer as malas

  • FUSO HORÁRIO Segue o horário de Brasília e adota o horário de verão (outubro a fevereiro).
  • Clima Os termômetros marcam entre 25°C e 30°C no verão, época das chuvas em Floripa. O clima segue ameno até maio, mas entre junho e agosto a temperatura mínima pode chegar perto dos 10°C.

Só tem aqui

Floripa é responsável pela maior produção de ostras do país, que podem ser provadas em todo seu frescor nos restaurantes da ilha – alguns batizados com trocadilhos sugestivos como Ostradamus e Umas e Ostras. Você escolhe se quer a iguaria in natura, apenas com umas gotinhas de limão, ou em receitas como ostras gratinadas, ao bafo, à milanesa, refogada...

Programe-se

No verão os preços são altíssimos e os congestionamentos, enormes, principalmente nos caminhos que levam às praias. Essa é a época em que os clubes de praia de Jurerê estão a mil, e a Lagoa da Conceição ganha o colorido ainda mais intenso das pranchas de kitesurfe. No chamado “veranico de maio”, há sol suficiente para aproveitar as praias, chove pouco e os preços caem. Alguns restaurantes e hospedagens fecham durante o inverno.

Saiba mais

Floripa consegue integrar cidade e natureza como poucos lugares do Brasil. A vida urbana é intensa no Centro, região com muitos hotéis e comércio supermovimentado. Um passeio a pé por ali revela atrações imponentes, como o Museu Histórico, e pitorescas, caso do imperdível Mercado Municipal – experimente o chope e o pastel de camarão do Box 32. A partir do bairro, a avenida Beira-Mar leva, em poucos minutos, a lugares com paisagens intocadas ou praias praticamente desertas, principalmente em direção ao sul, o lado menos frequentado da cidade. A Lagoa da Conceição é ponto estratégico para se hospedar: além da bela lagoa, com orla perfeita para caminhar ou correr e point dos praticantes de wind e kitesurfe, o bairro tem um centrinho charmoso, cheio de lojas, restaurantes e cafés – e garante acesso fácil às praias. Ao norte, predominam as praias-família, como Ingleses e Daniela, e a praia-balada Jurerê Internacional, com beach clubs que recebem celebridades no verão.

Veja mais dicas de viagens pelo Brasil em To Go Blogs.

  • Ponte Hercílio Luz | ©Shutterstock/Daniel Wiedemann

  • Dunas da Joaquina | ©Shutterstock/Luis Carlos Torres

  • Praia de Floripa | ©Banco de imagens da Embratur

  • Ilha do Campeche | ©Shutterstock/Lisandro Luis Trarbach

  • Praia Mole | ©Shutterstock/LMspencer

  • Lagoinha do Leste | ©Shutterstock/Hugo Brizard

  • Joaquina | ©Banco de imagens da Embratur

Confira as ofertas incríveis da To Go